domingo, 15 de junho de 2008

Por onde vou... Budapeste 4

No meu último dia de passeio pela capital Húngara fui conhcer o Parlamento. Uma construção grandiosa e belíssima.

Na volta, caminhando pelos trilhos do trem à margem do Danúbio, a beleza da cidade já fazia brotar uma saudade.E, quando a noite chegou, as luzes se juntaram a paisagem.

Para me despedir deixo este vídeo de um artista Húngaro. Um show original, confesso que nunca tinha visto nada igual em nenhum outro lugar do mundo. O cara é sinistrooooo.

video











Como os 7 anões

Hoje estou zangado. Resolvi assistir ao jogo do Brasil. Com uns 20 minutos começou a me dar uma soneca. Aí o paraguai fez um gol. Animou... o time deles. Comandados pelo mestre Cabañas que resolveu aterrorizar brasileiros neste ano, os paraguaios fizeram o segundo gol. O torcedor que lotou o Defensors del Chaco ficou feliz. Já o nosso dengoso treinador, Dunga, saiu de campo sem muitas explicações. Também explicar uma derrota do Brasil é tão difícil quanto colocar a palavra atchim nese texto.

Branca está envergonhada com esse escrete!!!

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Por onde vou... Budapeste 3


Apesar do crescimento econômico visível do Leste da Europa não é difícil perceber o contraste na capital Húngara.

Em Buda, obras e mais obras de restauração do belíssimo castelo.

Mas, andando para dentro de Peste, encontramos sinais do final melancólico do comunismo.

A sujeira ainda nem teve tempo de ser jogada para debaixo do tapete.

E o baixo poder aquisitivo da população ficou claro quando encontrei esta 'feira' de quinquilharias usadas. Um lugar sinistro. Os turistas não são bem vindos. Entrei lá filmando e quase fui agredido.


segunda-feira, 19 de maio de 2008

Aeroporto 1

Cheguei em Congonhas por volta das 10 e meia da manhã. Iria pegar a ponte aérea das 11h30. Fui pra fila do Check-in da Varig. De lá, resolvi olhar ao meu redor. Me senti no programa da Luciana Gimenez.

Primeiro surgiu o Agnaldo Timóteo trajando uma limpíssima calça branca e uma camisa vermelha de botar inveja a qualquer cantor de bolero.

Logo depois, entrou na mesma fila que eu a Ellen Roche. Você não sabe quem é? Eu também não sabia num primeiro momento, mas tinha a sensação de já ter visto aquela linda mulher na TV. Bastou mexer nos lugares mais excusos do meu cérebro que lembrei dela. Ex-guguzete e Casa dos Artistas e ex-namorada do cigano Igor.

Pra melhorar o nível surgiu, mais atrás da mesma fila o ex-jogador PC Caju, que, apesar de não pertencer ao mesmo nicho dos outros personagens deste mesmo post, tem histórias polêmicas o suficiente para participar do programa da mãe do pequenino Jagger.

Muita gente olhava para a fila e não titubeava. Pegavam a maquina fotográfica. Não, não era para tirar foto comigo.
MAS TAMBÉM NÃO ERA PARA TIRAR FOTO COM O PC!!!!!!!

A simpática Ellen Roche atendeu muito bem a todos.

Aeroporto 2

Fui embarcar.
Quando passei no detector de metais esqueci de tirar o relógio.
A máquina apitou.
Quando voltei para depositá-lo na cestinha a moça que operava o trambolho olhou pra mim e disse:
- É melhor o senhor colocar tudo mesmo na cesta pois hoje ele está bem sensível!

Essa pós-modernidade...

domingo, 18 de maio de 2008

Por onde vou... Budapeste 2

Chegando em Budapeste fui direto a um daqueles banhos turcos.
São aquelas piscinas termais em que a temperatura da água é bem quente.

No spa que eu escolhi havia 3 piscinas. Uma com água fria, uma com água em temperatura ambiente, uns 25 graus e uma, a principal e maior, com 39 graus.

Nesta mais quente existia uma placa avisando às pessoas para não ficarem mais de 20 minutos seguidos dentro d'água. Por isso todos ficam alternando de piscina. É muito boa a sensação de sair de uma água gelada e entrar na piscina de febre!

Passei cerca de 3 horas no parque. Quando saí me sentia muito relaxado! Com muito sono!

Voltei pra casa e disse onde tinha ido e sobre a moleza do meu corpo para o dono do albergue. Ele riu e me falou que a sensação de quem sai de um spa como este é a mesma de quem bebe uma grande caneca de cerveja!!!

PARATODOS 2

O segundo episódio já esta por aqui!
Quem não viu no sportv é só clicar aqui e voar conosco!!!


Dia 29/05 tem o terceiro episódio às 16hs no Zona de Impacto.

terça-feira, 13 de maio de 2008

Por onde vou... Budapeste

O Novidade Ambulante também tem estréia.

"Por onde vou..." vai passear por lugares interessantes do mundo com dicas e estórias de lugares bem difrentes.

Começamos pela capital da Hungria, Budapeste.


Localiza-se nas margens do rio Danúbio e tem cerca de 1,7 milhão de habitantes . Budapeste foi fundada em 17 de novembro de 1873 com a fusão das cidades de Buda e Ôbuda, na margem direita do Danúbio, com Peste, na margem esquerda.

Quando se chega de carro em Budapeste logo nos impressionamos com a beleza das pontes que ligam Buda, parte de 'cima' cheia de colinas e florestas, e Peste, parte de 'baixo', plana para onde se desenvolve a parte mais central e mais pobre da cidade.





segunda-feira, 12 de maio de 2008

PARATODOS - Estréia

Para quem não viu na tv o primeiro episódio, não perca o segundo capítulo de PARATODOS.

A série conta a hostória de atlétas paraolimpicos que gostam de adrenalina. Praticano o surfe, voando de asa delta, pulando de parquedas ou praticando outros esportes radicais, os nossos personagens ensinam que ser feliz e bem humorado é PARATODOS!!!

PARATODOS - Episódio 02
Próxima quinta-feira
16hs
no Zona de Impacto
no Sportv

ATENÇÃO: quem não viu o primeiro episódio clique aqui e assista na íntegra, e de graça!

Em tempo

A novela da Isabella continua, haja saco!
Nem a Ana Maria Braga aguenta mais.

domingo, 11 de maio de 2008

Me dê motivos

Mesmo acreditando que a derrota não possui explicação deste mundo vou passar adiante um causo:
Depois da bela vitória e a conquista do título sobre o Botafogo, um renomado jornalista recebeu um telefonema da assessoria do Flamengo. A voz do outro lado dizia:


"Olha só, fulano, ano passado não comemoramos direito o título porque tinha jogo da Libertadores no meio da semana. Mas hoje vai ter uma comemoração no Plataforma (churrascaria no Leblon, zona sul do Rio) já que o jogo de quarta não vai ser tão fuderoso".


Eu fico com a pureza da resposta das crianças....

Ah, o futebol...

Demorei.
O jogo foi na quarta, mas precisei de quatro dias e uma vitória para conseguir falar sobre o acontecido.
Não que eu pretenda falar muito.
Não que tenha muito o que falar.
Peço licença aos filósofos, matemáticos, sociólogos, psicólogos para citar Nelson Rodrigues.
Apenas, peço desculpas ao mestre por alterar algumas poucas palavras de sua obra.
O texto original fala sobre a desclassificação do Brasil nas oitavas da copa de 66.
Entre parenteses o que fora escrito na versão original.

"Amigos, eis 30 (80) milhões de brasileiros numa humilhação feroz. Eu diria que a vergonha de 2004(50) foi mais amena, mais cordial. Naquela ocasião, não tinhamos o bicampeonato. Ainda não se instalara em nosso futebol o mito Obina(Pelé). Ah, o flamenguista de 2004 (brasileiro de 50) era humilde de babar na gravata. Quando passava a carrocinha de cachorro, cada um de nós tinha medo de ser lançado também.
Mas hoje, não. Ou por outra: - até quarta(ontem), o flamenguista(brasileiro) poderia avançar até o limite extremo da ribalta e anunciar, de fronte erguida: - 'Sou bicampeão'. E de repente, o duplo título começa a ficar antigo, obsoleto, espectral, como se não significasse mais nada. Olhem para nossas esquinas e os nossos botecos. Por toda parte uma sensação de orfandade. Dir-se-ia que vencer duas vezes o Botafogo(Suécia e Chile) são duas glórias fenecidas.
Quando acabou o jogo, li em todas as caras a pergunta: - 'Por quê? Por quê?'. O melhor futebol da terra conhecia uma humilhação mundial."

O senhor Sobrenatural de Almeida já é, no mínimo, quarentão!!!

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Isso aqui ô ô!

Eu me lembro.
Antigamente os taxis 'especiais' eram aqueles opalas grandes, novos e azuis que tinham ar condicionado e, por estas razões tinham o preço bem mais caro.
Normalmente se usava este transporte VIP para ir ou voltar do aeroporto. Era bem melhor andar num desses do que numa Parati velha ou num Del Rey ferrado(isso porque só falei nos melhorezinhos).
Mas hoje, assim como a maioria das coisas, é diferente.
Todos os taxis amarelinhos, ou quase todos que fazer o trajeto aeroporto-nossa casa/nossa casa-aeroporto são recém tirados das lojas e com agradáveis 22 graus no seu interior.
Bem, cheguei no Aeroporto Tom Jobim na noite deste domingo e fui pegar um taxi. Fui direto nos amarelinhos, mais baratos é claro.
Entrei num Zafira, novo e com ar e fiquei me perguntando: Por que ainda existem esses taxis 'especiais' se as pessoas podem pagar mais barato e ter a mesma qualidade no serviço???

segunda-feira, 21 de abril de 2008

O cara

Lá vai o Luxa para o primeiro título do ano!
Valdívia jogando muito.
E a torcida mandando bem. Quando eles não brigam até que fica bonito lá em Sampa.
Ah, tem que jogar ainda com a Ponte Preta pra ser campeão.

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Fenômeno

Ronaldo pediu ao Márcio Braga uma camisa do Flamengo para ir ao Maraca torcer. Algumas pessoas próximas estão certas que o presidente deveria ter dado, em vez da camisa, o meião!

Botafogo na Final

O título, obviamente, é um trocadilho!
Falar sobre o jogo é até covardia. Atípico. Vitória do Aceso fogo(desculpem-me) sobre o Apático Fla.
Mérito do Cuca que aproveitou a falta de fôlego do adversário e não deixou sobrar oxigênio em campo.
Pra mim o senhor Alexi Stival é o segundo melhor técnico em atuação no Brasil. Só perde pro Luxa.


sábado, 12 de abril de 2008

Verde, vermelho e branco

Deu Flu.
Num primeiro momento parece óbvio, venceu o favorito.
Mas clássico é clássico e vice e versa, né.
Além dessa importante afirmação acima, sabemos também sobre os clássicos que mesmo os favoritos perdem ou passam sufoco para ganhar.
Pênaltis e etc..
Foi duro mas passou o tricolor das Laranjeiras e das torcedoras mais belas!
Agora a dúvida cruel:
Torcer para o Botafogo e se vingar da semifinal da taça Guanabara ou torcer para o Flamengo para...
para...
para...
...para ganhar do Flamengo, oras. Ou tem coisa mais prazeirosa do que ganhar do Flamengo?
Vou parar por aqui, acho que estou me deixando influenciar demais pela torcida do Fluminense.

As Semifinais

Elas chegaram!
Confesso que vou ficar com saudade das primeiras fases dos estaduais.
Dos Mirassol x Sertãozinho, Volta Redonda x Cardoso Moreira, Veranópolis x Inter de Santa Maria.
Quanto produto de qualidade foi posto no ar...
Nossa. Sai pra lá. Xô(isso é nome de jogador, né).
Graças a Deus as semifinais chegaram e vão poder nos apresentar o melhor do nosso futebol.
Agora, a polêmica:
Eles vão falar da força do interior.
Que o campeonato de lá é mais forte e disputado.
Que São Caetano, Ponte Preta e Bragantino são times grandes que já figuraram com louvor na elite do futebol nacional.
Que Corinthians x Portuguesa é clássico.
Me perdoem os irmãos paulistas, mas vai ser bem mais legal assistir aos jogos do Rio.
Pra começar, hoje, um eletrizante Vasco x Fluminense. Com ou sem Washington. O Antônio Lopes querendo provar que sabe muito bem como levantar o astral do vascaíno. E fazer o Morais jogar tudo que sabe.
No domingo, Botafogo x Flamengo.
Eita jogo bãm sô!!!
Só de pensar nos inúmeros empates, provocações e decisões dos últimos tempos já dá vontade de assistir ao próximo capítulo desta minissérie(mais requintado que novela).
Claro que amanhã, São Paulo x Palmeiras vão fazer um jogão, não tenho dúvida. Como também não tenho dúvida de que professor Luxemburgo é o favorito no confronto.
Agora, é final antecipada, né. Esse é o problema. Guaratinguetá e Ponte não preocupam ninguém né, imagino.
Mas camaradas, relaxem.
Se ficar muito chato podem ver a final da cidade Maravilhosa, que se não for vencida pelo Flamengo ainda possibilitará outros dois grandes jogos!!!!!
Preliminar de um Brasileirão que promete o futebol do Rio entrando de vez na disputa pelo título que já não vem há 8 anos.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Luiz Inácio falou...

O preço dos alimentos está subindo porque os pobres estão comendo mais.
Santa inflação!

Livre

Oba! Estou livre.
Recebi uma mensagem que meu blog estava sendo identificado como um potencial espalhador de spam(isso é pleonasmo?).
Por causa disto ele estaria sob investigação e teria que ser tirado do ar.
Tive que recorrer e solicitar a liberação do Blog.
O mesmo que o pai e a madrasta da menina Isabela estão esperando para, provavelmente, amanhã. Um Habeas Corpus.
Não escrevo com o intuito de culpar ou absolver ninguém. Isso é a missão(?impossível?) da justiça brasileira. É isso mesmo, existe uma, eu acho.
Bem, reclamações a parte, acho muito doido isso de ser preso para facilitar as investigações.
Acho sim que o local do crime deve ser preservado.
Acho sim que o pai e a madrasta são suspeitíssimos do crime.
Acho sim que tudo tem que ser feito para facilitar o trabalho da polícia.
Mas, fazer como fizeram comigo, tirar do ar porque está sendo investigado acho um exagero.
Não sou advogado e nem pretendo ser, mas na minha cabeça não entra que é normal prender alguém que nem suspeito é, pelo menos não oficialmente.
Isso só fez aumentar a certeza de todos de que o casal é culpado. Se estão até na prisão!
Porque, de repente, todos deixaram de comentar futebol para serem Sherlock Holmes (espero que ninguém me faça usar analogia com o capitão nascimento).
O caso da escola Base parece que não ensinou muito. Ahm? Escola Base? O que é isso?
Ah, ninguém sabe. Não é importante.
Importante é saber o que a Isabela comeu 5 horas e 34 minutos antes de ser morta. A cor da cueca do pai dela na noite do crime. Qual o dia que a madrasta fica menstroada. Quantos primos tem a mãe de Isabela. Qual a religião do pedreiro que trabalhava no prédio ao lado.
Isso sim é importante.
Pelo menos voltamos a ter novela das oito.

sábado, 22 de março de 2008

Brinca no Quintal

Lendo o jornal, decobri que tem show da Bia Bedran no Teatro Villa Lobos. Muito boa notícia. Nossas crianças exigentes e computadorizadas merecem um pouco de boa música, estórias e sonhos...

O foguete
(Bia Bedran e Sidney Mattos)

Dez, nove, oito, sete, seis
cinco, quatro, três, dois, um
chega ao zero onde eu quero

O foguete vai subir
a contagem vai cair
conto de dez até zero
e ele vai pra onde eu quero

Dentro do foguete eu ponho
um pedaço do meu sonho
conto de dez até zero
e ele vai pra onde eu quero

Mais uma tentativa

Bom, depois de algumas tentativas frustradas e interrompidas tento novamente ingressar neste mundo.
Vamos lá!!!!